Editora do Autor de Best–seller do New York Times e Best–seller Internacionais, L. Ron Hubbard

Congresso de Clearing de Londres

 Congresso de Clearing de Londres

Congresso de Clearing de Londres

Alonga busca pela verdade, a jornada tortuosa de cultura a cultura, a busca perigosa em campos que muito poucos vislumbraram e em que muito menos se aventuraram – na conferência de L. Ron Hubbard com o maior renome de todos os tempos: A História de Dianética e Scientology. E essa é apenas a primeira conferência monumental! Para além desta, está a visão épica de Scientology: passado, presente e futuro. Começando com o passado, da sua perspetiva de Clear, Sr. Hubbard olha para trás através de cada descoberta anterior… ao longo de todo o caminho até ao primeiro Clear que ele fez em 1947. O que isso revelou foi a resposta para a pergunta: “O que é que acontecia ao resto do banco no momento em que alguém chegava a Clear?” E se a pergunta era já bastante surpreendente, o que a resposta revelou foi a solução para a total estabilidade. Então, aqui não se encontra somente a descoberta daquilo que impede um preclear de apagar os seus quadros de imagem mental, mas também uma revelação que responde bastante literalmente ao que a vida era no momento da criação. Tudo isso abriu um novo panorama de doingness, estendendo-se a todas as dinâmicas e resumido na frase “Trazer Ordem”. Portanto, é verdade – embora L. Ron Hubbard tenha começado com um olhar monumental ao passado, quando este Congresso terminou, isto resultou na criação de uma história que continua a desenrolar-se todos os dias, O Futuro de Scientology e da Civilização Ocidental.

Leia Mais
adquira
$125 USD
Envio Gratuito Atualmente elegível para envio gratuito.
Em Stock Envio dentro de 24 horas
Formato: CD
Conferências: 6

Mais sobre Congresso de Clearing de Londres

“Eu gostaria de contar-lhes parte da história de Dianética e Scientology; são coisas que nunca antes confiei a ninguém.

“Vocês gostariam de ouvi-las?” – L. Ron Hubbard

Era o dia 18 de Outubro de 1958, no Royal Empire Society Hall em Londres. E com aquelas palavras, L. Ron Hubbard começou o que viria a ser a sua palestra mais famosa de todos os tempos. A resposta está aqui, na narrativa pessoal de L. Ron Hubbard sobre a sua longa jornada para criar um novo estado de ser com que o Homem tinha sonhado durante mais de 2500 anos, uma história que só poderia ser contada pelo homem que a viveu... A História de Dianética e Scientology.

Como é evidente nas palavras de abertura, essa viria a ser a declaração mais expansiva do Sr. Hubbard até à data sobre aquilo que motivou a sua busca para responder aos enigmas do Homem. No que respeita ao que o levou a contar essa história nesta altura e local, a primeira resposta é óbvia: o Clearing.

Tinha passado mais de um ano desde o seu último aparecimento em público em Inglaterra e no entanto o que tornou este feito possível tinha na verdade começado durante essa viagem anterior. Porque foi nessa altura que ele desenvolveu os processos para alcançar qualquer caso (Controlo, Comunicação e Havingness – Congresso de Londres sobre a Radiação Nuclear, Controlo e Saúde) que, por sua vez, tinham impulsionado o seu desenvolvimento de novas formas de ensinar auditores (exercícios de treino – Congresso da Liberdade), que revolucionaram o treino de auditor.

Mas havia algo mais – e tinha tudo a ver com a razão por que esta era a altura certa para essa palestra agora lendária. E embora possa não ser tão óbvio hoje, para aqueles que estavam lá, em 1958, isto sobressaía como um farol do título por si só: Dianética.

Sim, no ano de 1958, o aclaramento feito por outros – usando Scientology – tinha-se tornado uma realidade. Mas, tal como ele explicou:

“Os primeiros Clears foram feitos em 1947 e, então, eu tentei ensinar outras pessoas a fazê-lo. E de uma forma muito rápida e eficiente, eu fui capaz de fazer isso em dez anos. Apenas me levou dez anos, o que não está nada mal.”

Claro que 1947 precedeu o lançamento de Dianética: O Poder da Mente sobre o Corpo. Na verdade, foi o desenvolvimento e prática iniciais de Dianética do Sr. Hubbard de 1947 até 1949 (e a resultante procura de outros para saberem mais a fim de eles também poderem auditar) que impulsionou a publicação do Livro Um. Por outro lado, se na assistência estava alguém que ainda tinha a falsa impressão de que o sucesso corrente era atribuível a processos mais recentes dos últimos dez anos, a declaração que ele fez a seguir dissipou essa noção para sempre:

“O facto do clearing dependia da perícia de audição e essa era a única barreira real!”

O significado dessa descoberta estendia-se muito para além de resolver o treino de auditor. Porque enquanto esses auditores estavam agora a fazer Clears, havia ainda a questão da velocidade: com que rapidez é que se podia fazer? Além disso, se a barreira ao aclaramento tinha sido a “perícia do auditor”, então o que é que atualmente fazia funcionar processos mais antigos que pareciam “não funcionar” nas mãos de auditores inábeis? Foram estas questões que abriram panoramas completamente novos em relação ao clearing e, na verdade, levaram o Sr. Hubbard a completar o círculo no tema de Dianética:

“Eu no ano passado fiquei bastante vermelho de embaraço, ao descobrir que não tinha sabido exatamente o que estava a fazer em 1947 quando fiz Clears. O que é notável é que de uma maneira misteriosa e desajeitada, eu sabia, mas não conseguia exprimi-lo. Não conseguia descrevê-lo.”

Todos os fatores do aclaramento, cada descoberta sucessiva desde o início até ao presente, iriam proporcionar a resposta que ele procurava desde 1947. Mais especificamente, com origem na sua descoberta da verdadeira fonte dos quadros de imagem mental, veio uma descoberta ainda mais surpreendente que respondia a uma pergunta persistente a respeito de todos aqueles Clears – “Clears perfeitamente estáveis” – que ele tinha feito tantos anos antes:

“Eu não pude explicar durante dez anos: o que é que tinha acontecido ao resto do banco?”

A resposta não era apagamento. Em vez disso, ela foi encontrada numa palavra que assinalou o próximo grande marco de Dianética e Scientology: Confrontar.

Aqui está, então, a história fantástica do modo como o Sr. Hubbard voltou aos primeiros procedimentos de Dianética de 1947, aplicando a mais recente tecnologia de Scientology. E quanto ao que isso depois criou, foi uma nova onda de aclaramento que o Sr. Hubbard mais tarde anunciaria com o cabeçalho: “Algo aconteceu!!!”

E mais, isso foi só o princípio. Porque a coroar tudo, e estendendo-se a esferas muito fora da sessão de audição, veio a anatomia de confusão e ordem. Isto resolve o antigo enigma da criação, é a substância que está por trás do lema “Trazer Ordem” que agora aparece em todos os Gabinetes de Comunicações Hubbard (HCO) e permanece até hoje como o princípio orientador daquilo que um Scientologist faz.

Portanto sim, o Congresso de Clearing de Londres foi na altura e no lugar certo. Porque embora tivesse começado no passado, A História de Dianética e Scientology, quando chegou ao final L. Ron Hubbard tinha pronta uma história ainda mais sensacional, uma história que continua a desenrolar-se todos os dias: O Futuro de Scientology e da Civilização Ocidental.

« Congress Lectures