Editora do Autor de Best–seller do New York Times e Best–seller Internacionais, L. Ron Hubbard

22.º ACC Americano

 22.º ACC Americano

22.º ACC Americano

Com a tecnologia do clearing desenvolvida e os meios para treinar os auditores a usá-la, os HGCs estavam a quebrar casos um a um. Tinha chegado a era de resultados invariáveis e uniformes. Como L. Ron Hubbard disse no 22.º ACC Americano: “Só traçámos uma rota, não só através da vida para que uma pessoa possa dirigi-la, também traçámos uma rota através dos dados que encontrámos sobre a vida, de modo que vocês possam manejar as pessoas com bastante velocidade.” A partir dessa perspetiva, ele decidira agora abrir as portas a pessoas novas. E com um curso exato para recebê-los, que foi apresentado na sua totalidade no Congresso da Anatomia da Mente Humana, veio também a sessão exata para auditá-los. Especificamente, uma Sessão Modelo, com o Sr. Hubbard a ensinar o primeiro texto de sempre. Aqui temos dados de tal importância que ele disse aos auditores que não só os aprendessem perfeitamente, mas com uma perfeição “a fundo, a fundo, a fundo!” E com a meta de criar profissionais exímios, proporcionou instrução detalhada sobre tudo, a partir dos problemas de tempo presente e da razão pela qual lhes é negada aos preclears a realidade da linha do tempo passada à totalidade dos fatores mecânicos do banco reativo. E no que diz respeito à importância destas conferências, o Sr. Hubbard ordenou que fossem estudadas em cada um dos HGCs que estavam a resolver casos.

Leia Mais
adquira
$125 USD
Envio Gratuito Atualmente elegível para envio gratuito.
Em Stock Envio dentro de 24 horas
Formato: CD
Conferências: 15

Mais sobre 22.º ACC Americano

Mas quando chegam a uma Fórmula, estão a percorrer por meio da Sessão Modelo, pelo texto. E têm de ter isso muito bem sabido, muito melhor do que quando aprenderam os Dez Mandamentos, porque as vidas das pessoas dependem do texto da Sessão Modelo. – L. Ron Hubbard

Estávamos em Janeiro de 1961 e o programa do Sr. Hubbard de Pesquisa e Desenvolvimento do Curso Clínico Avançado estava a acelerar tanto para uma conclusão como para um pináculo de realização que ultrapassava as expectativas. Porque tendo desenvolvido a tecnologia para levar todos os seres até Clear, ele também tinha desenvolvido os procedimentos para treinar todos os auditores na aplicação dessa tecnologia. E em consequência disso, e quase sem respirar, ele virou a sua atenção para o último e crucial passo. Porque, e o que era evidente, a única coisa que poderia impedir qualquer ser de atingir a liberdade era simplesmente e apenas não beneficiar dela. Daí a tecnologia de Pré-sessão para levar ao esclarecimento a cada ser e colocá-lo em sessão (Congresso de Londres sobre Disseminação e Ajuda). E com estas técnicas postas em prática na aplicação de audição (1.º ACC de Saint Hill), era verdadeiramente um novo patamar – casos resolvidos um por um e o amanhecer da era de resultados uniformes e invariáveis. Então era assim que L. Ron Hubbard podia agora “pôr em marcha” a disseminação e abrir os portões para nova gente afluir a Scientology. Com um caminho preciso e exato para o fazer (Congresso da Anatomia da Mente Humana) ele estava prestes a fornecer a sessão exata e precisa para quando eles chegassem. De facto, não só uma coisa aplicável a um processo específico mas, antes, o procedimento para todas as sessões.

Especificamente, a 2 de Janeiro de 1961 em Washington, DC, e com o início do 22.º Curso Clínico Avançado Americano, o Sr. Hubbard iria então ensinar o primeiro texto de sempre para uma “Sessão Modelo”. Eram dados tão importantes que ele disse aos estudantes do 22.º ACC que não queria que eles aprendessem esses dados de cor. Não – ele queria-os aprendidos “a fundo, a fundo, a fundo!” De facto, esses auditores estavam prestes a pôr a sua capacidade à prova. Porque com o texto na mão, não havia desculpa para menos do que aplicação exata de uma tecnologia exata:

“Uma Sessão Modelo deve ser perfeita. Se alguém sair desta Unidade sem ser capaz de realizar uma sessão perfeita do princípio ao fim, eu vou pedir-lhes que me entreguem o thetan deles. Oiçam-me agora. Muito importante.

“O texto é importante. Vocês estão tão habituados a ter os comandos de audição exatos, que não reparam que o texto tem de ser exato, compreendem. Então, saibam isso muito bem. Saibam isso apropriadamente.”

E com o objetivo de produzir a partir do 22.º ACC uma nova fornada de auditores que pudessem resolver e aclarar qualquer caso, ele forneceu instruções detalhadas para fazer de cada um deles um mestre de tecnologia de audição. Historicamente, o propósito e uso do E-Metro, especialmente no que diz respeito a Braço de Tom e reações da agulha, até às mecânicas completas do banco reativo, passando por problemas de tempo presente e a razão por que eles negam ao preclear a realidade sobre a linha do tempo passada – aqui estava uma revisão verdadeiramente compreensiva de tudo o que um auditor necessitava de saber para criar ganhos de caso estáveis e levar casos até Clear:

  • Fórmula, Pré-sessão, Regime – o que cada um faz e o relacionamento entre eles;
  • Processo de Havingness – como fazer o teste para ele, e o seu objetivo para estabilizar o PC em Tempo Presente;
  • Problemas de Tempo Presente – como eles impedem a realidade sobre a linha do tempo passada;
  • Esquecimento – a razão por que ele é uma ocultação da própria pessoa;
  • Overts e Ocultações – uma descrição do mecanismo exato e de como Overt/Ocultação funciona como um Processo de Havingness;
  • Pré-sessão 37 – o que faz e como é auditada;
  • Ajuda – o seu uso, e razão por que é o último degrau de sanidade;
  • Ajudas de Dianética – o seu uso em Pré-sessão.

Para confirmação do que foi atingido, quando as perícias daqueles auditores foram aplicadas a uma série de casos de progresso lento, a diferença em termos de ganho acelerado é mais bem caracterizada pelo comentário do próprio L. Ron Hubbard de que todos agora se estavam “a mover como gazelas espantadas.” Ao mesmo tempo que enquadrava a importância destas leituras, o Sr. Hubbard ia torná-las estudo obrigatório para todos esses HGCs que resolviam casos.

« ACC Lectures