Editora do Autor de Best–seller do New York Times e Best–seller Internacionais, L. Ron Hubbard

15.º ACC Americano

 15.º ACC Americano

15.º ACC Americano

Com a guerra entre as “grandes potências” a ameaçar estourar, L. Ron Hubbard acabara de entregar o Congresso de Londres sobre Problemas Humanos. Aí ele tinha introduzido o serviço introdutório, o Curso de Eficiência Pessoal, e tinha anunciado Os Problemas do Trabalho como o texto do curso. Na sua conferência de abertura ele transmitiu tanto a urgência como a necessidade: “A nossa missão, em grande parte, é uma missão educacional. E foi apenas recentemente que aprendemos que temos, contida nos nossos assuntos, a totalidade da educação.” Foi aqui, no 15.º ACC, que ele ensinou a aplicação da simplicidade, ao demonstrar o seu poder universal tanto na audição como na educação ou disseminação planetária. Ele treinou auditores não só em como auditar, mas em como comunicar dados e como educar, introduzindo os precursores da Tecnologia de Estudo – Processos de Aprendizagem – isso cortou através das complexidades como uma faca sobre manteiga. E dado que os auditores precisariam de saber-fazer organizacional, eles assistiram simultaneamente a conferências noturnas para instrução sobre como dirigir grupos de Scientology – uma série renomeada atualmente como Conferências de Washington: Organização e Eficiência de Pessoal. Resumindo, o Sr. Hubbard marcou um passo gigante em alcance, e com os estudantes do ACC preparados para a ação nas linhas da vanguarda, ele declarou o 15.º ACC Americano como sendo o mais bem-sucedido de sempre.

Leia Mais
adquira
$275 USD
Envio Gratuito Atualmente elegível para envio gratuito.
Em Stock Envio dentro de 24 horas
Formato: CD
Conferências: 26

Mais sobre 15.º ACC Americano

Portanto, parte da disseminação de Scientology, e a parte mais essencial dela, é a perícia do seu pessoal – particularmente a perícia do seu pessoal chave. E quando estas pessoas são boas, tanto em fazer Scientology funcionar como em lidar com e controlar pessoas, indivíduos e grupos, então têm Scientology a fazer furor. Essa é a forma como Scientology se dissemina. – L. Ron Hubbard

Quando Outubro de 1956 chegou, no palco do mundo ocorria a representação de crise após crise. Em Julho, o Presidente do Egipto, Nasser, tinha-se apoderado do Canal de Suez, uma rota de petróleo vital, e as forças britânicas e francesas estavam a preparar-se para bombardear as bases aéreas egípcias. Entretanto, em Cuba, fermentava uma revolução, preparando o palco para uma futura confrontação entre os Estados Unidos e a União Soviética que levaria o mundo ao limiar da guerra.

Sabendo que sem Scientology aplicada em larga escala, não existia esperança de qualquer solução permanente para os conflitos planetários, L. Ron Hubbard mudou uma vez mais a sua atenção para a importante tarefa da disseminação. Já nesse ano ele tinha viajado para Dublin, Irlanda, onde iniciou e codificou o inovador Curso de Eficiência de Pessoal. No Outono, ele publicou dois livros importantes: Scientology: Os Fundamentos do Pensamento e Os Problemas do Trabalho – Scientology Aplicada ao Mundo do Trabalho. Ambos os textos proporcionavam ao homem comum um manual sobre os fundamentos de Scientology que ele podia aplicar imediatamente para melhorar a sua própria vivência e a da sua família, amigos e associados. Depois, na primeira semana de Outubro, o Sr. Hubbard entregou o Congresso de Londres sobre Problemas Humanos, focando novamente a aplicação dos princípios de Scientology para resolver toda a gama de problemas humanos em toda a sua complexidade aparente.

De regresso a Washington, DC, ele estabeleceu de imediato instalações maiores perto da Igreja Fundadora de Scientology e estabeleceu novos alojamentos para estudantes ali perto – tratando pessoalmente de todos os detalhes, incluindo mobiliário e decoração. Com tudo pronto, e tendo em vista esse mesmo fim de disseminação ampla, o Sr. Hubbard preparou-se para convocar um ACC muito especial.

Tinha saído uma convocação nas páginas da revista Ability para “veteranos experimentados” se candidatarem à inscrição no 15.º Curso Clínico Avançado Americano, que iria ser “pessoalmente conduzido, ensinado, palestrado, treinado e supervisionado por L. Ron Hubbard” – em Washington, DC, pela primeira vez, em 1812 19th Street. E essa exigência de veteranos experimentados tinha um propósito: gerar a partir deste curso “o pessoal chave de Scientology”.

Muito em breve esses veteranos – incluindo notavelmente graduados de ACCs anteriores – estavam a inundar o gabinete do Sr. Hubbard com candidaturas. Porque além dos seus ACCs terem já adquirido um estatuto lendário, este era o primeiro ACC Americano a ser entregue por ele desde o 9.º em Phoenix em Dezembro de 1954. E a razão tinha tudo a ver com a aplicação pelo auditor de tudo o que ele tinha ensinado ao longo dos Cursos Clínicos Avançados precedentes.

Desde o 1.º ACC que o Sr. Hubbard se tinha concentrado em instilar os fundamentos da audição na medula de cada estudante. Mas com um corpo de auditores cada vez maior, era tempo de desfrutar de todo esse trabalho. Consequentemente, imediatamente depois de completar o 9.º ACC, ele tinha apresentado um tipo completamente diferente de Curso Clínico Avançado. Embora a instrução fosse dada por outros, este apresentava uma coisa então sem precedentes. Em vez de verem e ouvirem a palestra por ele, os estudantes viam-no e ouviam-no auditar.

Uma publicação especial da revista Ability anunciava em grandes parangonas a notícia sensacional: “CURSO CLÍNICO AVANÇADO!” Declarando que um importante avanço no treino ia finalmente apresentar uma resposta para uma pergunta que os auditores faziam há muito tempo – “O que é que o Ron faz com um caso que produz os resultados que ele produz?” – o artigo descrevia como, com o acordo do preclear, uma câmara de televisão do mais moderno que havia, fabricada para o efeito, era colocada oculta na sala de audição, focada no preclear e no Sr. Hubbard.

No entanto esta primeira aplicação de circuito fechado de TV era só uma parte de uma abordagem de treino tripla. A seguir veio a fase crucial de aplicação, com estudantes do ACC a encontrar os seus preclears em todas as camadas sociais da comunidade. Então, em Conferências de Auditores realizadas no gabinete do Sr. Hubbard, eles reportavam os processos que tinham percorrido e os resultados exatos, com o Sr. Hubbard a dar ali mesmo instruções para aplicação nas sessões seguintes com os seus preclears.

Era um programa que não só elevava o treino de auditor para um nível mais elevado mas, apresentando às comunidades os milagres que Scientology pode realizar, fornecia uma plataforma para aplicar os princípios de Scientology numa escala muito mais ampla. E agora o Sr. Hubbard estava prestes a levar estes desenvolvimentos a um novo nível, ali mesmo na capital da nação.

Assim abriu o 15.º ACC Americano a 15 de Outubro de 1956. Logo a partir da primeira palestra, L. Ron Hubbard instruiu os auditores em como comunicar Scientology, de forma a aplicar soluções reais tanto ao preclear individual como à sociedade em geral. Porque a essência do avanço do 15.º ACC era uma única palavra para remover o mecanismo emaranhado da aberração: simplicidade. E embora o conceito não seja de maneira nenhuma – devido à sua natureza – difícil de compreender, ele assegurou que aqueles estudantes do ACC tivessem uma compreensão firme da sua importância monumental:

“Visto que uma pessoa só é auditável na direção de mais métodos e de mais jogo, trazê-la de volta para uma simplicidade torna-se no maior truque que alguma vez foi conseguido desde a construção deste universo. Normalmente, se vocês simplesmente tentassem puxá-la diretamente para uma simplicidade, isso custar-lhe-ia todo o seu jogo e ela ir-se-ia abaixo. E esse é praticamente o fim do caso. Compreenderam?

“Portanto, como é que vocês fazem isto exatamente e como é que o fazem facilmente e bem, para benefício do auditor e do preclear e assim por diante, é o vosso estudo neste ACC.”

Para reforçar o que a simplicidade realmente representava para compreender casos, foi durante este ACC que o Sr. Hubbard deu a sua imortal “A História de um Estático”. Publicada mais tarde como um Boletim do Auditor Profissional, esta sua obra-prima de sete frases não é apenas dados técnicos vitais, mas também um dado estável duradouro que desenreda a complexidade da linha do tempo completa.

Assim, ao avançar para a simplicidade em termos de disseminação, ele desvelou o que a revista Ability descreveu como uma “Metodologia Educacional”. Quanto à razão por que a educação era agora de importância suprema, o Sr. Hubbard disse aos estudantes:

“A nossa missão, em grande parte, é uma missão educacional. E foi apenas recentemente que aprendemos que temos, contida nos nossos assuntos, a totalidade da educação – ela está toda lá.”

Enquanto instruía os estudantes sobre a relação entre a velocidade de aprendizagem e a aberração e sobre o livre-arbítrio e como melhorar a velocidade de aprendizagem, ele entregou os primeiros Processos de Aprendizagem de sempre, para esse mesmo fim:

“É por isso que vos estou a ensinar Processos de Aprendizagem. Compreendem? É por isso que vos estou a ensinar Processos de Aprendizagem. Porque aqui estão alguns processos que são tão fantasticamente diretos que a única coisa que vocês fazem é cancelar o esforço do preclear em torná-los complexos.”

Dada a importância destas descobertas educacionais à luz de desenvolvimentos posteriores do Sr. Hubbard para melhorar padrões educacionais tanto na sala de curso como em toda a sociedade, a partir daí ele referir-se-ia a estas palestras como marcando os primórdios da Tecnologia de Estudo.

No entanto, treinar esse pessoal chave até ao nível de perícia exigido incluía, definitivamente, incutir fundamentos organizacionais – especificamente, como estabelecer e expandir grupos que agiriam como pontos de disseminação para Scientology, que por sua vez criariam outros grupos, gerando um crescimento exponencial. Assim, enquanto decorria o ACC, ele entregou uma série de palestras noturnas nas quais ele apresentou os princípios básicos de organização e instruções detalhadas acerca de preparar, administrar e entregar um Curso de Eficiência Pessoal. Esta série histórica – que teve como assistência adicional todo o staff e estudantes da Academia da Igreja Fundadora – em breve seria conhecida como as Conferências de Washington: Organização e Eficiência de Pessoal.

E ao mesmo tempo que entregava tudo isto, L. Ron Hubbard ensinou uma gama completa de novos desenvolvimentos técnicos, incluindo:

  • Postulados – como o seu poder se encontra no poder de decidir;
  • Processos de Mímica – os seus antecedentes e teoria;
  • Triângulo de “CRA” – razão por que “CRA” é a forma correta de dizer ARC;
  • Fechamento de Valência – o mecanismo exato e a sua origem;
  • Curas – o que elas têm a ver com Alter-isness e como é que as curas acabam por requerer mais curas.

E tudo isto para dizer que este foi um ACC que marcou um passo gigante em alcance, e na sua palestra de despedida, de 23 de Novembro, o Sr. Hubbard atribuiu este sucesso ao domínio pré-existente de fundamentos por parte dos estudantes.

Por fim, em preparação para o lançamento de uma expansão maior do que qualquer outra na história, ele deu instruções ao seu editor para aumentar cinco vezes a impressão de Scientology: Os Fundamentos do Pensamento, enquanto avançava com a tradução deste texto abrangente. E ao mesmo tempo, avançando na pesquisa desde esse ponto de partida da simplicidade, L. Ron Hubbard estava agora no limiar de ainda outra descoberta – uma série de processos completamente novos para resolver até o mais intratável dos casos.

« ACC Lectures