Congresso de Processos do Universo

VEJA DENTRO >>
CONGRESSO DE PROCESSOS DO UNIVERSO
de L. Ron Hubbard
Séries de Conferências
PREÇO: $175.00
ENVIO GRATUITO
Quantidade:   


ADICIONE AO CARRINHO>>
SELEÇÃO DA LÍNGUA:
Castilian (Español (España)), Chinese Traditional (中文 (台灣)), Danish (Dansk), Dutch (Nederlands), English (English), French (Français), German (Deutsch), Greek (Ελληνικά), Hebrew (עברית),...
Castilian (Español (España)), Chinese Traditional (中文 (台灣)), Danish (Dansk), Dutch (Nederlands), English (English), French (Français), German (Deutsch), Greek (Ελληνικά), Hebrew (עברית), Hungarian (Magyar), Italian (Italiano), Japanese (日本語), Norwegian (Norsk), Portuguese (Português), Russian (Русский), Spanish (Español), Swedish (Svenska)


SINOPSE

O cenário foi Phoenix, Arizona, e ainda outro marco miliário. Especificamente, a Duplicação, e o seu papel tanto na capacidade do preclear para fazer As-is e exteriorizar-se como na destreza do auditor para alcançar esse resultado. Aqui está o Congresso onde L. Ron Hubbard revelou o Procedimento 30, abrangendo três processos miliários: o que depressa se tornaria o lendário Procedimento de Abertura por Duplicação, Problemas e Soluções e Concessão de Beingness. No entanto, os participantes receberam muito mais do que uma mera descrição destes procedimentos, com o Sr. Hubbard a entregar estes processos ao grupo. Independentemente do grande entusiasmo dos resultados, a história mais importante ainda estava para vir. Em primeiro lugar, com tecnologia agora capaz de alcançar todos os casos, a publicação do primeiro Manual do Auditor de Grupo e o Processamento de Grupo como um pilar de Scientology. Em segundo lugar, com os avanços da Duplicação: a tecnologia fundamental que resultou em processos que fazem desaparecer a mente reativa de uma pessoa. E por fim, o avanço relâmpago até à codificação completa da tecnologia desta era de desenvolvimento e até ao auge da capacidade do thetan. Porque em meses L. Ron Hubbard tinha codificado não apenas os Axiomas de Scientology, mas também os processos retirados da essência destes Axiomas – processos que iriam resolver os casos que se encontravam no nível mais baixo até alcançarem a capacidade de OT exterior. Aqui está o Congresso que faz a ligação entre os potenciais de theta em Scientology 8-8008, o estado de OT e A Criação da Capacidade Humana.

DESCRIÇÃO COMPLETA

Se um homem está a passar um mau bocado na vida, é porque não consegue produzir uma duplicação e ele próprio não consegue tolerar uma duplicação. Por outras palavras, ele próprio não consegue ser causa e não se atreve a ser o efeito da causa de outra pessoa. – L. Ron Hubbard

A história começou dezoito meses antes. Tendo traçado os potenciais e capacidades de um ser no seu estado nativo – Theta Clear – L. Ron Hubbard publicou as suas descobertas e tecnologia em Scientology 8-8008, o texto para o lendário Curso do Doutorado de Filadélfia. Mas se essas descobertas tinham levado Scientology até um novo patamar, a sua magnitude era tal que estas formaram o trampolim para o objetivo supremo. Porque tal como ele o viu, agora que ele podia realmente libertar um ser, a sua tarefa era colocar essa capacidade nas mãos de todos os auditores – para alcançar a libertação de todos os seres.

Assim, em Setembro de 1953, ele entregou o Primeiro Congresso Internacional de Dianeticistas e Scientologists, fazendo o primeiro anúncio em grande escala das técnicas de exteriorização. Nesse Congresso, também foi anunciado um novo Centro de Processamento em Camden, Nova Jérsia: um centro que o ele descreveu de forma significativa como uma “clínica”. Porque este não servia apenas como um centro para processar os casos mais difíceis, adicionalmente ele iria lançar um programa completamente novo:

“Portanto, esta Clínica, ocasionalmente, também entregará treino muito, muito avançado, e também treino do tipo clínico (esse é um treino muito avançado, que não é básico ou fundamental).”

Originalmente chamado o Curso de Doutrinação de Camden, este em breve seria conhecido como o 1.° Curso Clínico Avançado (ACC). Ao contrário do treino de Auditor Profissional que já estava a ser entregue em três continentes, um pré-requisito mínimo para ser admitido no Curso Clínico de L. Ron Hubbard era ter um diploma de Auditor Profissional. E mesmo assim, a admissão era apenas por convite: reservado para os melhores dos melhores em termos de auditores.

Assim começou a sua fase seguinte de pesquisa. O seu objetivo era desenvolver e refinar o procedimento até que praticamente qualquer auditor pudesse solver qualquer caso até à realização de capacidade exterior. Com esse propósito, o Sr. Hubbard desenvolvia processos, testava-os diretamente em preclears e depois fornecia-os aos auditores para os preclears deles. Depois, ao supervisionar estes auditores, ele podia observar a aplicação deles em ação, localizar as suas áreas de dificuldade e – para além de ele depois ser capaz de refinar os processos para os tornar ainda mais simples – ele podia desenvolver mais procedimentos de treino para aperfeiçoar as perícias do auditor.

Esta foi a história progressiva da pesquisa e dos desenvolvimentos de L. Ron Hubbard que se desdobrariam nos doze meses seguintes. Assim que ele graduava auditores após seis semanas de treino intensivo num ACC, ele começava a entregar ao próximo corpo de estudantes. E por aí fora – o 2.º ACC, o 3.º ACC e continuando um após o outro. Treinando auditor após auditor, desenvolvendo processo após processo e entregando palestra após palestra – no espaço de um ano isto daria um total de mais de 500 gravações do decurso diário da pesquisa e descoberta à medida que aconteceram.

Organizacionalmente, a expansão era tão grande que ele já tinha estabelecido uma nova sede de treino em Phoenix, Arizona. Mas tratava-se na realidade de uma expansão técnica. Porque cada novo avanço parecia aumentar tanto a velocidade como o número de ainda mais avanços. Combine isto tudo com auditores a graduar-se – e depois a espalhar as notícias dos resultados nas suas vilas e cidades – e por volta do Verão de 1954, os pedidos e exigências do público para ainda outro Congresso de L. Ron Hubbard eram literalmente ensurdecedores.

O momento não pode ter sido melhor. Porque mais do que apenas outra “descoberta”, ele tinha uma vez mais alcançado um marco miliário a partir do qual nada voltaria a ser o mesmo. Especificamente, o papel da duplicação na capacidade de um preclear para fazer As-is e exteriorizar-se. E tão importante como isto era o papel da duplicação em relação à perícia de um auditor em aplicar processos até obter esse resultado nos seus preclears. Aqui encontrava-se o pano de fundo de tudo aquilo que ele desvelaria neste Congresso de Processos do Universo.

O cenário foi Phoenix, Arizona, para onde convergiram Scientologists de todos os cantos do globo, reunindo-se no Phoenix Theatre, na esquina das ruas Central e McDowell. E assim que o Sr. Hubbard começou a sua primeira conferência, os participantes do Congresso estavam prestes a ouvir, não apenas a aplicação universal da duplicação a toda a audição, mas também aquilo que ele desvelou como sendo o Procedimento 30. No entanto, os participantes receberam muito mais do que uma mera descrição destes procedimentos. Pouco depois eles experimentaram-nos, com o Sr. Hubbard a auditar esses mesmos processos pela primeira vez numa base de grupo. O Procedimento de Abertura por Duplicação em todos os participantes foi apenas o princípio, porque ele seguiu isto com o resto do Procedimento 30: Problemas e Soluções, Concessão de Beingness e até mesmo vários processos de exteriorização experimentais.

Independentemente do grande entusiasmo daqueles que assistiam, a história mais importante foi tudo aquilo que seguiu na esteira deste Congresso. Porque aqui estava um ponto de viragem com ramificações verdadeiramente universais:

  • Em primeiro lugar, com tecnologia agora capaz de alcançar todos os casos, a publicação do primeiro Manual do Auditor de Grupo e o Processamento de Grupo como um pilar de Scientology.
  • Em segundo lugar, com os avanços da duplicação: a tecnologia fundamental que não só faz com que toda a audição funcione, mas que também resultou em processos que fazem desaparecer a Mente Reativa de uma pessoa.
  • E por fim, o avanço relâmpago até à codificação completa da tecnologia desta era de desenvolvimento e até ao auge da capacidade thetan. Porque em meses L. Ron Hubbard tinha codificado não apenas os Axiomas de Scientology, mas também os processos retirados da essência destes Axiomas: processos que iriam resolver tanto os casos que se encontravam no nível mais baixo como os que se encontravam nas esferas mais elevadas, até alcançarem a capacidade de OT exterior.

Aqui está então, o Congresso que faz a ligação entre os potenciais theta em Scientology 8-8008, o estado de OT e A Criação da Capacidade Humana.

Congresso de Processos do Universo
PREÇO: $175.00
ENVIO GRATUITO
Quantidade:   

ADICIONE AO CARRINHO>>
O Seu Preço $175.00
ENVIO GRATUITO
Quantidade:    
ADICIONE AO CARRINHO >>